Archive for abril, 2011

21 de abril de 2011

1º Encontro Piauiense de Psicologia Social

por lnbrandao

cartaz_A3

21 de abril de 2011

Padre Corajoso

por lnbrandao

O Ministério Público Federal de São Paulo ajuizou ação pedindo a retirada dos símbolos religiosas das repartições publicas .
Pois bem, veja o que diz o Frade Demetrius dos Santos Silva.
“Sou Padre católico e concordo plenamente com o Ministério Público de São Paulo , por querer retirar os símbolos religiosos das repartições públicas…
Nosso Estado é laico e não deve favorecer esta ou aquela religião. A Cruz deve ser retirada!
Aliás, nunca gostei de ver a Cruz em Tribunais , onde os pobres têm menos direitos que os ricos e onde sentenças são barganhadas, vendidas e compradas.
Não quero mais ver a Cruz nas Câmaras legislativas, onde a corrupção é a moeda mais forte.
Não quero ver, também, a Cruz em delegacias, cadeias e quartéis, onde os pequenos são constrangidos e torturados.
Não quero ver, muito menos, a Cruz em prontos-socorros e hospitais, onde pessoas pobres morrem sem atendimento.
É preciso retirar a Cruz das repartições públicas, porque Cristo não abençoa a sórdida política brasileira, causa das desgraças, das misérias e sofrimentos dos pequenos, dos pobres e dos menos favorecidos”.
Frade Demetrius dos Santos Silva * São Paulo/SP

21 de abril de 2011

Céu de outono

por lnbrandao

Por POETRIZ

O céu finalmente manifestou seus sentimentos. Está um céu de outono alto e o ar está limpo e fresco. Todo mundo parece ter soltado um suspiro de alívio e expulsado a melancolia de tantos dias.

Xinran in “As Boas Mulheres da China”

15 de abril de 2011

I ENCONTRO PIAUIENSE DE PSICOLOGIA SOCIAL

por lnbrandao

Nos dias 27 e 28 de maio, acontece o I ENCONTRO PIAUIENSE DE PSICOLOGIA SOCIAL: POR UMA CIÊNCIA CONTEXTUALIZADA E POLITICAMENTE COMPROMETIDA. O evento será realizado no auditório da faculdade. O objetivo do evento é discutir a teoria e a prática da Psicologia Social, contemplando os discursos envolvendo a produção de subjetividade e o processo social, no âmbito crítico e histórico.

Dia 27, às 9 horas, abertura com a palestra do prof. Dr. Fernando González Rey, no auditório Manoel Cipriano Lira. Com o tema “A Subjetividade na Psicologia Histórico-cultural”, das 14:00 às 18:00 horas, no auditório referido, apresentações dos trabalhos inscritos e selecionados de acordo com a temática do evento.

Dia 28 de maio, mesa-redonda, às 09:00 horas da manhã, com a participação dos professores Dra. Ana Valéria Marques Fortes Lustosa, Prof. Ms. Thaís Sucupira Kampf, Prof. Ms. Léo Barbosa Nepomuceno e Prof. Ms. Emanoel José Batista Lima, sobre a Psicologia Social Crítica nas Práticas Educacionais, Organizacionais, Comunitárias e de Saúde, respectivamente.

E às 14:00 horas, serão realizadas 8 oficinas, nas salas de aula da faculdade, com capacidade para 30 pessoas cada, sob coordenação dos professores Prof. Ms. Leonardo Sales, Prof. Ms. Patrícia Melo do Monte, Prof. Ms. Rafaella Coelho Sá, Prof. Carlos Eduardo Leal, Leandro Gomes Reis Lopes, Prof. Ms. Emanoel José Batista Lima, Prof. Ms. Léo Barbosa Nepomuceno e Prof Dr. Aluísio Ferreira de Lima.

As oficinas terão como propósito ampliar a discussão acerca da subjetividade nas diferentes práticas profissionais na Psicologia, por meio de debates e produções artístico-científicas acerca das seguintes temáticas:

· OFICINA 1: A Subjetividade do Aluno Surdo – (Facilitadora: Prof. Ms. Rafaella Coelho Sá)

· OFICINA 2: A Avaliação do Sujeito nos Contextos Escolar e Clínico: Reflexões sob a Perspectiva da Teoria da Subjetividade – (Facilitadora: Prof. Ms. Patrícia Melo do Monte) 

· OFICINA 3: Espectro Autista, Subjetividade e Inclusão Escolar – (Facilitador: Prof. Carlos Eduardo Leal)

· OFICINA 4: O Desenvolvimento do Psiquismo e a Subjetividade Social na Psicologia Sócio Histórica – (Facilitador: Prof. Ms. Leonardo Sales).

· OFICINA 5: A Psicologia Social da Libertação de Martin Baró – (Facilitador: Leandro Gomes Reis Lopes)

· OFICINA 6: Michel Foucault e Psicologia Social: Encontros e Transformações – (Facilitador: Prof. Ms. Emanoel José Batista Lima).

· OFICINA 7: Inserção Comunitária e Diálogo: Problematizando o Trabalho Social – (Facilitador: Prof. Ms. Léo Barbosa Nepomuceno)

· OFICINA 8: A Identidade, Alteridade e Reconhecimento, na Perspectiva da Psicologia Social Crítica – (Facilitador: Prof. Dr. Aluísio Ferreira de Lima)

INSCRIÇÕES DO EVENTO:

As inscrições do evento serão feitas no NUAPE, na Faculdade Santo Agostinho. No período de 04 de abril a 18 de abril, serão realizadas as inscrições com submissão de trabalhos. As inscrições sem apresentação de trabalhos podem ser feitas do dia 04 de abril até 27 de maio ou até quando as vagas forem preenchidas (300 vagas). A inscrição possibilita ao participante o acesso à palestra de abertura, apresentação dos trabalhos científicos e mesa-redonda. Apenas as primeiras 240 inscrições terão acesso às oficinas.

PROGRAMAÇÃO

DIA 27/05/11

08:00 – 09:00h

Credenciamento.

09:00h

Abertura.

09:10 – 11:00

Palestra “A Subjetividade na Psicologia Histórico-cultural”, com Prof. Dr. Fernando Luís González Rey.

11:00 – 11:30

Debate.

11:30 – 14:00

Intervalo para almoço.

14:00 – 18:00

Apresentação de trabalhos científicos.

           DIA 28/05/11

09:00 – 11:00

Mesa-redonda “A Psicologia Social nas Práticas Educacionais, Organizacionais, Comunitárias e de Saúde”, com Prof. Dra. Ana Valéria Marques Fortes Lustosa, Prof. Ms. Thaís Sucupira Kampf,  Prof. Ms. Léo Barbosa Nepomuceno e Prof. Ms. Emanoel José Batista Lima.

11:00 – 11:30

Debate.

11:30 – 14:00

Intervalo para almoço.

14:00 – 18:00

Oficinas:

· OFICINA 1: A Subjetividade do Aluno Surdo – (Facilitadora: Prof. Ms. Rafaella Coelho Sá)

· OFICINA 2: A Avaliação do Sujeito nos Contextos Escolar e Clínico: Reflexões sob a Perspectiva da Teoria da Subjetividade – (Facilitadora: Prof. Ms. Patrícia Melo do Monte)

· OFICINA 3: Espectro Autista, Subjetividade e Inclusão Escolar – (Facilitador: Prof. Carlos Eduardo Leal)

· OFICINA 4: O Desenvolvimento do Psiquismo e a Subjetividade Social na Psicologia Sócio Histórica – (Facilitador: Prof. Ms. Leonardo Sales)

· OFICINA 5: A Psicologia Social da Libertação de Martin Baró – (Facilitador: Leandro Lopes)

· OFICINA 6: Michel Foucault e Psicologia Social: Encontros e Transformações – (Facilitador: Prof. Ms. Emanoel José Batista Lima)

· OFICINA 7: Inserção Comunitária e Diálogo: Problematizando o Trabalho Social – (Facilitador: Prof. Ms. Léo Barbosa Nepomuceno)

OFICINA 8: A Identidade, Alteridade e Reconhecimento, na Perspectiva da Psicologia Social Crítica – (Facilitador: Prof. Dr. Aluísio Ferreira de Lima)

11 de abril de 2011

O Destino do Homem

por lnbrandao

OgAAAP-zc7mL4qwZ8xSeZilz4E2GEh0JohezszMipcpDGxR_rqGMy6XG6UYTpQbO_KZfyuWhQ9B0hOutv7cTp-4MpsIAm1T1UAJ6zThB26wr_xfiopyehHmYNHFO“A superfície cerebral da criança humana é semelhante à do macaco. Num adulto selvagem, ou um camponês europeu, os sulcos são mais ou menos nítidos e intrincados. Já no cérebro de um reconhecido académico, os sulcos são profundos e sinuosos e observamos centenas de pregas que não existem no cérebro do homem comum. Por outras palavras, a superfície cerebral destes homens, que é a «sede» de vida mental consciente, cresceu enormemente em termos de área e é de assinalar que, em muitos casos, continua a crescer, até uma idade muito avançada. (…)  torna-se claro que, no caso de animais mais primitivos, cujas vidas consistem numa colecção de actos reflexos monotonamente repetidos de geração em geração, não pode existir nada – ou quase nada – do que conhecemos sob o nome de «consciência». Só quando a vida se torna complexa e variada (…) é que atinge o dealbar da consciência. (p. 40,1)

Quando a humanidade começou a desenvolver-se, abriu-se um capítulo inteiro novo na história do Universo (…)  doravante o aspecto dominante da evolução já não seria a génese de espécies mas o progresso da civilização” (p. 24)

 

FISKE, John, O Destino do Homem. Lisboa: ed. Alfabeto, 2010 (ca. 102 pp. e 12 euros)

7 de abril de 2011

por lnbrandao

fadsafsafsdffFica estabelecida a possibilidade de sonhar coisas impossíveis e de caminhar livremente em direção aos sonhos.

Luciano Luppi

%d blogueiros gostam disto: